home | Fabricantes de pianos em Portugal


 

Fabricantes de pianos em Portugal

Quem pode ajudar a melhorar os textos?
© Copyright all rights reserved

a | b | c | d | e | f | g | h | i | j | k | l | m | n | o | p | q | r | s | t | u | v | w | x | y | z

Marca Logotipo Informacao Endereços
       

ZANCLA Paulo

 

"Na Real Calcografia e Armazem de Muzica e Instromentos de Paulo Zancla, sito na travessa de Santa Justa N.° 37, 1.° andar, ha para vender hum sortinento de forte-piannos, e piannos-forte, recentemente chegados, bem guarnecidos, de moderno gosto, e de excellentes vozes, como igualmente rebecas, arcos para as mesinas de diferentes preços, cordas de Napoles, muzica para todo e qualquer instrumento, flautas, flautins, violas Francezas, e outros objectos pertencentes a este estabelecimento." Gazeta de Lisboa, 19/12/1828, p. 1512

"No Real Armazem de Musica de Paulo Zancla, na travessa de Santa Justa N.° 37, 1.° andar, (ao presente o mais antigo e melhor sortido dos deste genero). ha hum grande sortimento de Instrumentos de corda e de vento, como tambem quantidade de Pianos-fortes, e Forte-pianos de superior qualidade; musica de muitos authores assim antigos como modernos, tanto para piano e voz, quanto para piano só, e para todo e qualquer instrumento: ha cordas de Napoles da melhor qualidade e de todas as grossuras, encorduaduras inteiras para Harpa, e finalmente tudo quanto diz respeito a este estabelecimento; e he neste armazem onde verdadeiramente se copia toda a qualidade de musica com perfeição, sem erros, e em bom papel. No Armazem de leilões do sobredito Zancla, no segundo andar da dita propriedade não se fará leilão até passado o entrudo, e se annunciará o dia do primeiro." Gazeta de Lisboa, 26/02/1829, p. 200

 

'Real Armazem de Musica' ca. 1826-29


(sequela)

"Quinta feira 4 do corrente, pelas de horas, no zem de leilões de Paulo Zancla, na travessa de Santa Justa N.° 37, segundo andar, se vende em leilão ** quinta chamada dos Cardedes, sita no limite do o Freguezia das Abitureiras, Termo da Villa de Sun [ilegível] com todas as suas pertenças, cujas confrontações por extenso na Gazeta N.° 128, de segunda feitolo corrente: be o total rendimento annuall 1425§000 [ilegível] calculado pela menor parte. Tambem haverá [ilegível] mobilia, huma excellente harpa, hum bom piano go: de segunda mão, huma carroagem, hum carrinho tro rodas muito ligeiro, dois carrinhos pequeno o reios para hum cavallo etc. etc." Gazeta de Lisboa, 04/06/1829, p. 540

 

37, Travessa de Santa Justa (**1828)(**1829), Lisboa

 

 

 

 

 

(*1903): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1903, p. 1247 (Gallica)

(*1905): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1905, p. 1249 (Gallica)

(*1906): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1906, p. 1244 (Gallica)

(*1907): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1907, p. 1249-1250 (Gallica)

(*1909): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1909, p. 1271-1272 (Gallica)

(*1910): 'Annuaire des artistes et de l'enseignement dramatique et musical', 1910 (Gallica)

(*1929): 'Musique-Adresses Universel', 1929

 


 © Copyright all rights reserved | contact